Roteiro Canada – 18 dias de carro pelo leste canadense.

Precisando de um empurrãozinho para transformar o seu “roteiro canadá” em realidade? Pois é exatamente isso que você vai encontrar neste artigo. Prepare o papel e a caneta, pois o que não faltarão por aqui são informações práticas, dicas relevantes e sugestões capazes de otimizar suas férias e lhe livrar de roubadas.




Uma coisa eu já te adianto: uma viagem linda está prestes a começar para você. É que viajar pelo leste do Canadá foi, sem sombra de dúvidas, uma das experiências mais gostosas que já vivemos desde que começamos a sair por aí. E embora muita gente sequer imagine, o país é absolutamente rico em paisagens deslumbrantes e atrativos turísticos, além de oferecer nível máximo em segurança e organização e ser casa de um povo hospitaleiro, simpático e educado. Eu chamaria isso de: o combo perfeito para as férias perfeitas – e eu vou adorar te ajudar a tira-las do papel. Vamos lá?

O QUE VOCÊ VAI VER NESTE ARTIGO SOBRE ROTEIRO CANADÁ:

1. INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE O CANADÁ.
2. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA VIAJAR AO CANADÁ.
3. DESLOCAMENTOS NA VIAGEM / ALUGUEL DE CARRO NO CANADÁ.
4. QUANDO IR AO CANADÁ.
5. QUANTOS DIAS SÃO NECESSÁRIOS PARA VIAJAR AO LESTE CANADENSE.
6. CIDADES BASE: ONDE FICAR NUMA VIAGEM AO LESTE CANADENSE.
7. O QUE VOCÊ DEVERIA INCLUIR EM SEU ROTEIRO.
8. O “ROTEIRO CANADÁ” DO IMAGINA NA VIAGEM.
9. SEGURO VIAGEM PARA O CANADÁ.




1. INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE O CANADÁ.

MOEDA
Dólar Canadense (CAD). Na cotação atual (Fevereiro de 2020), um dólar canadense equivale a R$3,26.

FUSO HORÁRIO
O Canadá é um país tão extenso que tem, dentro de seu território, 6 fusos horários diferentes. Especialmente no leste canadense (nas cidades abordadas neste roteiro), o fuso é GMT-5; Na prática, a diferença para o horário de Brasília varia entre 1 e 2 horas a menos – a depender da época do ano e do horário de verão canadense. Entre março e novembro a diferença é de 1 hora, de novembro a março 2 horas.

Você sabia que o seguro médico é item OBRIGATÓRIO em viagens para diversos países mundo afora? Se você ainda não contratou o seu, clique aqui e cote com a SegurosPromo. Através dela, você consegue comparar preços de vários planos e fica fácil encontrar o que melhor se encaixa em suas necessidades e em seu bolso! Afinal de contas, ninguém quer passar perrengue na férias, né? E mais: utilizando o cupom de desconto IMAGINANAVIAGEM5 você ainda garante 5% de desconto na contratação do serviço!

TOMADAS E VOLTAGEM
As tomadas no Canadá são iguais as dos Estados Unidos, podendo ser do tipo A ou B. São aquelas tomadas que a gente tinha aqui no Brasil antigamente, com dois pinos chatos (tipo A) ou dois pinos chatos + pino terra. A voltagem é 110/120 volts.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Toronto – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

IDIOMA
Existem dois idiomas oficiais no Canadá: o inglês e o francês. Quem viaja pela porção leste do país encontrará cidades cujo idioma principal é o inglês (como Toronto e Ottawa) e outras onde o francês é o mais falado (como Montreal e Quebec).

PRINCIPAIS AEROPORTOS
– Toronto: Aeroporto Internacional Toronto Pearson;
– Montreal: Aeroporto Internacional Pierre Elliott Trudeau;
– Ottawa: Aeroporto Internacional Macdonald-Cartier;
– Quebec: Aeroporto Internacional Jean Lesage;
– Halifax: Aeroporto Internacional de Halifax.

Atualmente, o único voo direto entre Brasil e Canadá parte de São Paulo com destino a Toronto, sendo operado pela Air Canadá. Se você estiver em qualquer outra cidade brasileira, precisará fazer, ao menos, uma conexão. Voando pela Copa, por exemplo, a conexão será na Cidade do Panamá (a melhor opção, na minha opinião, para quem viaja rumo ao leste, já que a conexão é meio que no meio do caminho). Outras companhias podem voar ainda com conexões em Houston, Atlanta, Nova Iorque, etc. (atenção: para voos com conexão nos Estados Unidos, você precisará ter o visto americano).

TEMPERATURAS
No inverno, dentre as principais cidades do leste, as temperaturas variam entre -7°C e -15°C em Quebec (a mais fria) e 0°C e -7°C em Toronto (a menos fria). Montreal e Ottawa ficam no meio do caminho. No entanto, apesar destas médias, não é difícil observar dias em que a temperatura para dos 20 graus negativos em dezembro, janeiro ou fevereiro. Portanto, se você viaja nestes meses (ou próximo a eles) sempre vale a pena investir numa mala equipada para frio estremo.

Nos meses de verão (junho, julho e agosto) as temperaturas médias ficam entre 27°C e 12°C graus.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Quebec – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

2. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

VISTO E AUTORIZAÇÃO ELETRÔNICA (ETA)
Turistas brasileiros precisam, além do passaporte válido, de autorização para entrar no Canadá. Esta autorização pode ser em forma de visto de visitante (o Temporary Resident Visa) ou de autorização eletrônica – também conhecida como eTA (Eletronic Travel Authorization).

A eTA é um documento mais rápido e barato de se obter, mas é preciso se atentar para alguns detalhes importantes: primeiro que para poder solicitar a eTA, você precisa ter tido um visto canadense nos últimos 10 anos ou possuir um visto americano válido. Se você não se encaixa nestes perfis, será necessário solicitar o visto comum mesmo. Segundo, mas não menos importante: a eTA só é válida para entradas via aeroportos. Ou seja, se você pretende chegar ao Canadá por mar ou de carro (mesmo que numa viagem bate-volta de ou para os Estados Unidos), ela não será aceita na fronteira.

Ambos, o visto e a autorização eletrônica devem ser solicitados diretamente com o governo canadense, nos links abaixo:
Autorização Eletrônica: http://www.cic.gc.ca/english/visit/eta-start.asp
Visto Convencional: http://www.cic.gc.ca/english/visit/apply-how.asp

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Montréal – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

CERTIFICADO INTERNACIONAL DE VACINAÇÃO
O Canadá NÃO exige apresentação de certificado internacional de vacinação pa ra viajantes brasileiros. No entanto, esteja atento caso vá fazer um voo com conexão. No caso, por exemplo, de quem faz conexão no Panamá, é recomendado ter o certificado com a vacina de febre amarela em dia. Embora ele não seja obrigatório para viajantes em conexão, o documento será solicitado caso você queira (ou precise) deixar o aeroporto e passar algum tempo no país. Talvez estes não sejam os seus planos originais, é verdade, mas é sempre bom contar com imprevistos – como nos casos de alteração ou cancelamento do voo, por exemplo.

Já reservou seu hotel para a viagem?? Eu sempre opto por reservar os meus hotéis através do Booking.com Nele fica fácil encontrar as melhores opções de hospedagem - e excelentes ofertas! Reservando seu hotel através de nossos links, você contribui com o Imagina na Viagem sem pagar nadinha a mais por isso! Acesse em: Booking.com

3. DESLOCAMENTOS NA VIAGEM / ALUGUEL DE CARRO NO CANADÁ.

DIRIGINDO NO LESTE DO CANADÁ
Particularmente, sou fã das viagens de carro e quem acompanha o Imagina na Viagem já está cansado de saber disso. Adoramos road trips por diversos motivos, mas os principais são a liberdade e a praticidade. Posso fazer meus próprios trajetos, passando muitas vezes por cidades pequeninas no meio do caminho (as quais os trens não me permitiriam conhecer), não tenho compromisso com horário e, para além disso, gosto mesmo de pegar a estrada. Inclusive, se essa também é uma paixão pra você, recomendo que já salve nossa playlist “Imagina na Viagem Road Trips” no seu spotify.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Quebec – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

Dirigir no Canadá foi, certamente, a experiência mais tranquila e gostosa que já vivi atrás de um volante. Sem exceções, as estradas do leste nos pareceram absolutamente bem cuidadas, bem sinalizadas e seguras. Outro fator bastante relevante é que o povo canadense é absolutamente educado ao volante (e também fora dele, vale dizer). Para quem está acostumado a dirigir nos grandes centros brasileiros, dirigir no Canadá é uma paz, quase tedioso. Não há avanço de sinal, não há ultrapassagens perigosas, ninguém dirige na pista da esquerda e setas são usadas sem economia. E mesmo quem não tem muita prática ao volante deve encarar a experiência com bastante tranquilidade.

ALUGUEL DE CARRO
Alugamos nosso carro com a Entrerprise, através da RentCars. Recomendo sempre o aluguel com seguro incluído. No Canadá, os seguros que cobrem danos materiais e morais de terceiros (geralmente identificados com as siglas SLI, LIS, ALI ou TPL) já estão inclusos, obrigatoriamente, em todos os alugueis. Ainda assim, recomendo que você contrate o CDW e/ou LDW. E, se possível, escolha uma modalidade livre de franquia. Assim, caso ocorra qualquer problema durante a viagem (bastante improvável, mas vai que…), você fica isento de responsabilidade e não precisará desembolsar nadinha para a locadora. Em nosso contrato de aluguel com a Enterprise, tínhamos todos os seguros incluídos e isenção total de franquia, além de quilometragem livre e condutor adicional. Pelas 13 diárias (tempo que permanecemos com o carro), pagamos um valor total de 710 dólares canadenses. O carro era um Mitsubishi Outlander. Há carros menores e econômicos a preços muito mais camaradas.

Outro fator que pode fazer diferença no valor final da sua locação: seu itinerário de viagem. Viagens circulares (que começam e terminam no mesmo destino) são, via de regra, mais econômicas. É que quando você pega o carro em uma cidade e devolve em outra, a locadora cobra uma taxa extra (de deslocamento) para arcar com os custos do retorno daquele carro até sua cidade de origem. E não sai barato, não. Assim, o ideal é sempre pensar em um desenho de roteiro que comece e termine na mesma cidade.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Niagara Falls – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

Pensando em alugar um carro? Minhas dicas são: prefira locadoras mais reconhecidas no mercado como Sixt, Europcar, Avis, Hertz e Álamo e, se puder, faça todos os seguros possíveis. Embora possam encarecer o aluguel, eles garantem uma viagem livre de stress!
Por aqui, nós utilizamos a plataforma RentCars para cotar e alugar nossos carros.
Nela, você consegue comparar ofertas de diversas locadoras e fica fácil encontrar uma opção redondinha para as suas necessidades, sem pesar no seu bolso!
Acesse a RentCars clicando aqui e faça sua simulação!

VIAGENS DE TREM
A VIA Rail Canada é a empresa responsável pelo transporte ferroviário naquele país, ligando suas principais cidades em viagens relativamente rápidas. O serviço é legal e os tickets podem ser comprados online, ainda aqui no Brasil. Mas aí você me pergunta: vale a pena?

Simulando o mesmo trajeto que fizemos (você vai ver mais abaixo o desenho exato do nosso roteiro), as passagens de trem para uma pessoa custariam cerca de 280 dólares canadenses – excluindo a ida até Mont-Tremblant, que não tem acesso via trem. Para duas pessoas, o total seria de aproximadamente 590 dólares canadenses, uma diferença de 120 dólares canadenses para o carro que pegamos – que, mais uma vez, vale lembrar: não era a opção mais barata da locadora. Em resumo, além de todas aquelas questões que naturalmente me fazem preferir o carro (praticidade e liberdade), neste caso, o fator economia também pende pro lado das quatro rodas. Portanto, a não ser que você não tenha carteira de motorista, ou que viaje sozinho, eu diria: vá de carro!

Só para te dar uma ideia, veja abaixo exemplos de duração e valor (médios) das viagens de trem entre algumas das principais cidades do leste canadense:

1. Toronto – Ottawa: 4h30 de viagem, por 50 dólares canadenses.
2. Ottawa – Montreal: 2h de viagem, por 40 dólares canadenses.
3. Montreal – Quebec: 3h30 de viagem, por 40 dólares canadenses

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Ottawa – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

4. QUANDO IR AO CANADÁ.

Esta é uma questão que depende, basicamente, do que você espera encontrar no Canadá. Existem experiências de viagem diversas, a depender da época do ano que você visita.

O inverno pode ser bastante rigoroso, mas muitos brasileiros escolhem exatamente esta época para viajar, justamente para viver e vivenciar o diferente. Cidades completamente cobertas de neve, cachoeiras congeladas.

No verão, as cidades estão mais cheias – tanto de turistas internacionais quanto dos turistas locais, já que é época de férias mais longas por lá. Isso se reflete em atrações turísticas mais cheias e preços mais altos nos hotéis.

Na minha opinião, primavera e outono são excelentes períodos para viajar. Principalmente este último, que brinda os visitantes com as chamadas fall colours, quando a vegetação fica toda em tons de amarelo, laranja e vermelho.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Gatineau – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

Quem viaja no finalzinho de outubro, como fizemos, consegue pegar ainda a vegetação colorida e, com um pouquinho de sorte, as primeiras snow falls da temporada. No nosso caso, vimos a primeira neve de Mont-Tremblant e de Toronto, fechando com chave de ouro uma viagem cujos cenários foram alguns dos mais lindos que já tive a oportunidade de ver no mundo.

5. QUANTOS DIAS SÃO NECESSÁRIOS PARA VIAJAR AO LESTE CANADENSE.

Na minha opinião, no melhor dos mundos, o tempo ideal para uma viagem pelo leste canadense é a partir de 14 noites. Dá pra fazer com menos? Sempre dá, mas não recomendo. Você precisará apertar muito o roteiro, cortando uma ou mais cidades. Dá pra fazer com mais? Claro que dá. Eu, particularmente, sou fã de viajar devagar – sem correria. E quanto mais tempo para desbravar o novo, melhor.

As perguntas que sempre me faço (e que acho que você deveria se fazer também) são: de que vale correr de um lugar pro outro, passando uma única noite em cada cidade só pra marcar mais um pino no mapa? O que, de fato, vou vivenciar daquele lugar? Vou conhecer ou apenas passar por lá?

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Quebec – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

Pensa comigo: o Canadá é longe pra burro, as passagens não são baratas… uma vez lá, não é melhor aproveitar ao máximo a experiência? Assim, se quiser aproveitar o leste canadense de verdade, programe-se para viajar por, no mínimo, 2 semanas. Menos que isso ficará apertado demais e, invariavelmente, você voltará com a sensação chata de não ter visto quase nade de lugar algum.

Mas, então, como dividir os dias na cidade-base? E mais: quais cidades escolher como base? É o que nos leva ao próximo tópico.

6. CIDADES BASE: ONDE FICAR NUMA VIAGEM AO LESTE CANADENSE.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Ottawa – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

No geral, as cidades escolhidas como base numa viagem pelo leste do Canadá são: Toronto, Ottawa, Quebec e Montreal. São as quatro maiores cidades das províncias de Ontario e Quebec e também aquelas que recebem o maior número de turistas. Por conseguinte, todas elas oferecem uma boa infraestrutura, com hotéis de variados estilos e valores, restaurantes a perder de vista e diversos atrativos turísticos. Tenha em mente: estes são os quatro destinos “imperdíveis” da região e merecem, cada um deles, ao menos 3 noites do seu roteiro.

Outras cidades que também podem entrar no seu roteiro são: Mont-Tremblant, Niagara Falls, Niagara on the Lake e Kingston. Todas elas funcionam como base ou podem ser descobertas a partir de bate-voltas. A decisão depende, basicamente, das suas expectativas e tempo disponível.

Mont-Tremblant é um bom exemplo. Seu carro-chefe é o esqui, mas trata-se de uma cidadezinha versátil que se transforma ao longo do ano e oferece atividades variadas a cada estação. No entanto, esteja atento, há janelas entre as estações – períodos de dias ou semanas nos quais as atividades são interrompidas e a cidade fica praticamente às moscas. É aí que entra a questão das expectativas. Para muita gente, uma cidade às moscas não seria, talvez, o destino mais estimado para as férias. Para nós, no entanto, foi excelente. Passamos duas noites em Mont-Tremblant durante a janela entre as temporadas de outono e inverno e foi uma delícia, como ter férias das férias. Se você viaja numa janela entre temporadas, talvez não se sinta atraído a gastar noites por lá… Por outro lado, se viaja durante o inverno, pode querer dedicar dias a mais à cidadezinha, curtindo muito as pistas de esqui dali.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Montréal – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

Niagara Falls demanda, basicamente, uma escolha parecida. Você pode perfeitamente conhecer a cidade e as Cataratas do Niagara em apenas um bate-volta a partir de Toronto, mas pernoitar por lá também tem as suas vantagens. Eu falei mais sobre esta escolha, e dei dicas espertas para uma visita otimizada à Niagara Falls no post: 10 dias para conhecer Niagara Falls.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Niagara Falls – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

VEJA OS POSTS QUE JÁ PUBLICAMOS SOBRE TODAS ESTAS CIDADES CLICANDO ABAIXO:

Niagara on the Lake e Kingston não ganharam função de base em nosso roteiro. Foram cidades pelas quais passamos (e gastamos um curto período de tempo) enquanto nos deslocávamos entre nossas bases. Mas pra você pode ser diferente… você pode optar pelo pernoite em Niagara on the Lake em detrimento de Niagara Falls, por exemplo. Ou pode dedicar uma noite à Kingston, a fim de fazer o passeio de barco pelas 1000 Islands sem correria. Mais uma vez: tudo vai depender das suas expectativas e disponibilidade de tempo.

Apenas para lhe dar uma ideia (já que as suas escolhas devem ser feitas com base na realidade da sua viagem), nossa viagem de carro pelo leste do Canadá teve duração de 17 noites, sendo divididas em:

  • Toronto – 4 noites
  • Ottawa – 3 noites
  • Quebec – 3 noites
  • Mont-Tremblant – 2 noites
  • Montreal – 3 noites
  • Niagara Falls – 1 noite
Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Quebec – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

Se você ainda tem dúvidas sobre hospedagens nestas cidades, ao final deste post eu relaciono todos os hotéis pelos quais passamos em nossa viagem. Aproveito para adiantar que, em todos eles, as experiências foram ótimas. Recomendo tranquilamente! Caso queira se debruçar mais detalhadamente sobre este tema, recomendo que veja os seguintes posts:

7. O QUE VOCÊ DEVERIA INCLUIR EM SEU ROTEIRO.

Caso você decida fazer uma viagem parecida com a minha, passando pelas mesmas cidades, aí vão algumas dicas de atrativos bacanas para curtir em cada uma delas.

OTTAWA
– Parliament Hill
– Canal Rideau
– Catedral de Notre-Dame
– ByWard Market

Para ver mais detalhes sobre estas atrações e descobrir outras também muito legais, confira o post: O que fazer em Ottawa – 8 atrações turísticas para colocar no roteiro.
Outro lugar (na minha opinião) imperdível por ali é o Parc de la Gatineau, localizado na cidade vizinha a Ottawa. Fiz um post exclusivo sobre o parque, onde conto tudo o que há de legal por lá e porque a visita é tão interessante. Veja em: Parc de la Gatineau – o paraíso das fall colours no Canadá.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Gatineau – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

QUEBEC
– Quartier Petit Champlain
– Château Frontenac
– Terrasse Dufferin
– Chute de Montmorency
– Citadelle
– Parc du Bois-de-Coulonge

MONTREAL
– Basílica de Notre-Dame
– Vieux-Port
– Mont Royal
– Casino de Montréal

TORONTO
– CN Tower
– Distillery District
– Nathan Phillips Square
– Yorkville
– St. Lawrence Market
– Eaton Centre

Toronto tem uma infinidade de atividades muito legais e eu falei sobre muitas delas (com detalhes e dicas) em um post exclusivo, veja em: O que fazer em Toronto – 10 lugares que valem a visita.

8. O “ROTEIRO CANADÁ” DO IMAGINA NA VIAGEM.

Como eu já falei várias vezes ao longo deste artigo, as escolhas da sua viagem devem ter base nos seus interesses e possibilidades. O desenho do roteiro também passa por isso. No nosso caso, valeu mais a pena (dentro dos nossos interesses e possibilidades) fazer uma viagem circular, de carro, com duração total de 17 noites, começando e terminando em Toronto.

Abaixo, você vê um mapa detalhado da nossa road trip. E, em seguida, um detalhamento de nosso itinerário dia a dia, com direito a quantidade de quilômetros rodados e os hotéis de nossas bases.

DIA 1 – RIO » TORONTO
DIA 2 – TORONTO » OTTAWA – 400km
DIA 3 – OTTAWA
DIA 4 – OTTAWA
DIA 5 – OTTAWA » QUEBEC – 450km
DIA 6 – QUEBEC
DIA 7 – QUEBEC
DIA 8 – QUEBEC
DIA 9 – QUEBEC » MONT-TREMBLANT – 370km
DIA 10 – MONT-TREMBLANT
DIA 11 – MONT-TREMBLANT » MONTREAL – 130km
DIA 12 – MONTREAL
DIA 13 – MONTREAL
DIA 14 – MONTREAL » NIAGARA FALLS – 700km
DIA 15 – NIAGARA FALLS » TORONTO – 130km
DIA 16 – TORONTO
DIA 17 – TORONTO DIA 18 – TORONTO » RIO

HOTÉIS DO NOSSO ROTEIRO CANADÁ
Toronto (1 noite) – Best Western Plus Toronto Airport
OttawaAndaz Ottawa ByWard Market
QuebecHôtel 71
Mont-TremblantHomewood Suites by Hilton Mont-Tremblant Resort
MontrealBest Western Plus Hotel Montreal
Niagara FallsNiagara Falls Marriott on the Falls
Toronto (3 noites) – Hotel X Toronto

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Toronto – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

9. SEGURO VIAGEM PARA O CANADÁ.

Por último, mas não menos importante: seguro viagem. O Canadá não exige seguro viagem para viajantes brasileiros. Ainda assim, você não deveria deixar de contratar o serviço. E eu vou te explicar o porquê com base na minha própria experiência.

A verdade é que a gente nunca quer (e nunca espera) precisar de um atendimento médico durante as férias, mas quem é que controla a vida? Simplesmente não há como prever. E comigo já aconteceu duas vezes. Na primeira delas, eu estava com o seguro do cartão de crédito (top de linha de uma das principais bandeiras operantes no Brasil) e fiquei na mão. Desde então, nunca mais viajei sem contratar um seguro viagem. Assim, quando precisei de atendimento médico durante uma viagem a Paris, foi o seguro que me “salvou”. Em primeiro lugar, foi ótimo ter assistência em português e, num instante, já sabíamos para qual hospital deveríamos ir e já estávamos, inclusive, sendo aguardados por lá. Em um segundo momento, foi também um alívio para o bolso. Muita gente não contrata o seguro viagem porque acha que é uma “despesa extra” no orçamento das férias. E é aí que mora o perigo. É possível contratar um seguro viagem com cerca de R$15 por dia, você sabia? Por outro lado, uma internação, uma consulta ou mesmo os remédios que você precisará comprar no exterior somarão uma conta que, na maior parte das vezes, te fará cair o queixo. No meu caso, a consulta foi bancada pelo seguro e todas as despesas farmaceuticas reembolsadas assim que retornamos ao Brasil. Melhor, impossível.

Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem
Ottawa – Roteiro Canada Leste © Imagina na Viagem

Por tudo isso, essa é a minha dica mais importante: nunca viaje sem seguro. Se você ainda não contratou o seu seguro para o Canadá, sugiro que cote na Seguros Promo – um comparador de seguros que SEMPRE usamos em nossas viagens e que oferece planos excelentes a preços bastante camaradas. Veja em: www.segurospromo.com.br

E se você tiver outras dúvidas sobre seguro viagem, vale a pena ler os artigos que fizemos o tema em:
Seguro Viagem – tudo o que você precisa saber para contratar.
Seguro Viagem Barato – 7 dicas IMPERDÍVEIS para encontrar o seu.

LEIA TAMBÉM:
+ O que fazer em Toronto – 10 lugares que valem a visita!
+ Niagara Falls: 10 dicas para visitar as Cataratas do Niagara.
+ O que fazer em Ottawa – 8 atrações turísticas para colocar no roteiro.
+ Parc de la Gatineau – O paraíso das cores do outono no Canadá

PLANEJE SUA VIAGEM E RESERVE AQUI!

Quando você faz uma reserva através de nossos links, nós ganhamos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ajuda o Imagina na Viagem a continuar produzindo conteúdo e trazendo dicas pra você! Então, o que tá esperando? Faça a sua reserva e nos dê uma força!





Post Anterior

Niagara Falls: 10 dicas para visitar as Cataratas do Niagara.

Próximo Post

Covid-19 e viagens: nossa experiência e dicas sobre o que fazer agora.

Comentários

Deixe registrado seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.