New York CityPASS – conheça as vantagens do passe!

Se engana quem pensa que Nova York é um destino apenas para compras. A Big Apple tem uma série de atrações super interessantes que merecem a sua atenção. Visitar o Empire State ao pôr do sol, ver de pertinho a Estátua da Liberdade, se emocionar no memorial ao 11 de Setembro ou vivenciar uma verdadeira aula no Museu de História Natural são experiências ricas e deliciosas… Se isso também faz a sua cabeça, ter um CityPass pode facilitar bastante as coisas e – o melhor – lhe fazer poupar uma quantidade considerável de dólares.

New York (Foto: WePlann | CC BY-SA 2.0)

Para saber mais sobre este passe e todos os seus benefícios, confira o post que preparemos a respeito. Além dos detalhes sobre o CityPass você encontra uma sugestão esperta de onde comprar o seu em Reais, livre de IOF e parcelando no cartão de crédito!

O QUE É O CITYPASS

Já pensou se houvesse uma maneira de percorrer alguns dentre os principais pontos turísticos de Nova York gastando pouco e furando filas? Pois é… os passes turísticos são boas opções para quem tem pouco tempo e quer aproveitar ao máximo a cidade, sem gastar rios de dólares para isso. O CityPass é um deles. Ele garante acesso gratuito às atrações de Nova York e ainda te livra das filas.

Trata-se de uma excelente opção para quem pretende fazer um roteiro mais leve, com um número menor de atrações na agenda e um tempo maior para descobrir a cidade sem pressa. Diferentemente da grande maioria dos passes turísticos – que oferecem variados pacotes de dias válidos – o CityPass conta com apenas uma “versão”. Comprando o CityPass, a partir do primeiro uso, você tem direito a 9 dias corridos para visitar as atrações no seu tempo. Sem pressa ou correria no roteiro.

New York (Foto: WePlann | CC BY-SA 2.0)

O QUE ESTÁ INCLUÍDO NO PASSE?

Quem compra o passe, pode usufruir de seus benefícios em até 6 atrações, sendo três delas fixas e três a escolher.

As três atrações fixas são:

  1. Empire State Building
  2. The Metropolitan Museum of Art (MET)
  3. American Museum of Natural History.

E, além delas, você pode escolher entre:

  1. Top of the Rock ou o Guggenheim Museum
  2. 9/11 Memorial Museum ou o Intrepid Sea, Air & Space Museum​
  3. Estátua da Liberdade e Ellis Island ou um cruzeiro de 2h pelo sul de Manhattan​!
New York (Foto: WePlann | CC BY-SA 2.0)

A depender das atrações que você deseja visitar, é possível poupar cerca de 40% no valor final. Uma economia tamanha no orçamento da viagem – principalmente com o câmbio tão desfavorável.

COMO COMPRAR O CITYPASS

Comprar o seu CityPass é fácil e você pode garantir o seu passe ainda aqui no Brasil, antes mesmo da viagem.

Nós recomendamos a compra através da Get Your Guide – trata-se de uma empresa especializada na venda de ingressos e tours, em diversos destinos do mundo.

A compra antecipada é, na minha opinião, sempre a melhor opção. Além de garantir o seu lugar ou ingresso para atividades mais concorridas, comprar antecipadamente também lhe permite curtir a viagem sem preocupações – aquelas típicas: “já comprei os ingressos? será que ainda tem? como comprar?”. A melhor coisa é sair daqui com tudo prontinho e deixar os dias de viagem livres para aproveitar tudo o que tem direito!

Você pode comprar o seu NY City Pass através da Get Your Guide no link: www.getyourguide.com.br/nova-iorque-l59/

VALE A PENA MESMO?

A pergunta que muita gente faz é: vale a pena mesmo comprar um passe turístico? E a minha resposta é sempre a mesma: tudo vai depender do seu estilo de viagem e do roteiro que está disposto a realizar.

New York (Foto: WePlann | CC BY-SA 2.0)

A dica fundamental aqui é fazer as contas. Colocando na ponta do lápis quanto você gastaria caso visitasse as atrações individualmente, você consegue traçar um comparativo com o valor do passe e descobrir se haverá ou não uma vantagem financeira no seu caso.

Outro ponto a se levar em consideração é a possibilidade de furar as filas. Em algumas épocas do ano (como durante as férias) certos destinos tendem a ficar fervilhando e, claro, as filas para as principais atrações são gigantescas, tomando muito tempo da programação. Para mim, gastar pouco tempo em filas é fundamental em qualquer roteiro e, por isso, mesmo quando a vantagem financeira não é tão interessante, eu sempre opto pela compra dos passes turísticos.

Leia Mais:

O que fazer em Nova York – Musical Aladdin
O que fazer em Nova York – Musical O Rei Leão
Melhores Outlets dos Estados Unidos

QUEM ESCREVE

Marina Heimer

Formada em Cinema e pós-graduada em Jornalismo, já trabalhou como produtora cinematográfica, fotógrafa, redatora, assessora de imprensa...
Mas foi nas viagens - e contando sobre elas - que descobriu sua verdadeira paixão.
Desde 2014, é editora do Imagina na Viagem e consultora de turismo além, é claro, de uma viajante incansável nas horas vagas.

Post anterior

New York Pass - Como funciona o passe turístico na Big Apple?

Próximo post

The Michelangelo - Um pedacinho da Itália em Sandton - Johannesburg

Comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.