Cesky Krumlov – República Tcheca

No último post falei sobre a difícil decisão entre viajar em excursão ou por conta própria (confira aqui!) e os fatores que nos levaram a escolher a excursão quando decidimos conhecer a parte central da Europa.

O pacote era bem o nosso número… A duração condizia com o que planejávamos, o preço estava dentro do orçamento e as cidades pelas quais passaríamos eram mesmo as que gostaríamos de conhecer. Exceto uma delas… Cesky Krumlov era – definitivamente – um nome sobre o qual eu nunca havia escutado.
Bastou uma rápida pesquisa na internet para descobrir que a pequena cidadezinha com ares medievais era exatamente o que faltava para fazer daquele o roteiro perfeito.

Localizada no interior da República Tcheca na região da Boêmia do Sul, Cesky Krumlov tem apenas 22km², mas seu pequeno território abriga beleza arquitetônica e história suficientes para fazer dela Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

 

Cesky Krumlov
Até em desenho ela é deslumbrante! © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

Ali, as construções incrivelmente preservadas dividem-se entre os estilos barroco, gótico e renascentista, nos trazendo a louca sensação de fazermos parte de um conto da Idade Média.
Em nossa programação, Cesky Krumlov foi a parada entre as cidades de Praga e Viena e, ainda pela manhã, chegamos ao local. Depois de uma rápida explicação do guia sobre os principais monumentos, fomos “liberados” para explorar a cidade por nossa conta. Assim, despretenciosamente, descobrimos jardins, mirantes de onde pudemos admirar as tantas casinhas de telhados avermelhados, ruelas de paralelepípedo, pracinhas agradabilíssimas a beira do Rio Moldava (ou Vlatva) e mais tantos outros cantinhos charmosos daquele lugar.

 

Cesky Krumlov
Uma caminhada às margens do Vlatva. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Cesky Krumlov
Os tantos telhados vermelhos fazem parte da paisagem. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

Cesky Krumlov
© Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Cesky Krumlov
© Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entre seus muitos encantos, destacam-se o Castelo e sua imponente torre, também conhecida como Torre dos Alquimistas. Conta-se que muitso séculos atrás, alguns alquimistas viveram por ali trabalhando secretamente em suas inovadoras substâncias e até hoje é possível encontrar símbolos alquimistas em alguns lugares da cidade. Essa e outras histórias e lendas, somadas ao visual da cidade e a tranquilidade de suas ruas quase sempre desertas são responsáveis pela atmosfera misteriosa que envolve o local e hipnotiza os turistas.

Ainda sobre o Castelo de Cesky Krumlov, surpreende saber que a edificação de cerca de 7 hectares é totalmente original, de forma que tudo ali data de sua construção – iniciada ainda no século 14. Mas não é só o Castelo que chama a atenção dos turistas não… Ao longo de suas estreitas ruas, Cesky Krumlov oferece uma farta variedade de lojas (os cristais são o carro-chefe nas cidades da região da Boêmia), restaurantes e também alguns museus, entre eles o Museu de Cera, o Museu das Marionetes e o sombrio Museu da Tortura.

Ah, e por falar em sombrio, aí vai uma curiosidade: embora a cidade tenha nos parecido adoravelmente fofa, algumas pessoas parecem ter enxergado ali o cenário perfeito para um filme de terror… descobrimos, já depois de ter deixado a cidade, que Cesky Krumlov foi usada como locação para as filmagens do sangrento “O Albergue”. Visualmente a cidade não nos pareceu nadinha assustadora, o que me leva a crer que talvez a escolha seja reflexo do clima que, como falei, é um tanto misterioso e místico (bem semelhante, inclusive, ao que vimos em Praga)… Para nós, no entanto, essa característica fez de Cesky Krumlov ainda mais especial.

 

Cesky Krumlov
Museu da Tortura © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Cesky Krumlov
A Torre dos Alquimístas © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Cesky Krumlov
Ruela de Cesky Krumlov © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

Outra atração um tanto badalada da cidade é o Teatro Barroco, localizado dentro do Castelo de Cesky Krumlov. A visita ao local nos permite conhecer uma a edificação preservada desde o século 15, e é possível ver – além da deslumbrante construção – figurinos, roteiros, partituras e inúmeros outros objetos utilizados ali entre os séculos 17 e 19.

Enfim, depois de uma longa caminhada pela cidade, uma parada para o almoço, mais algumas paradas para fotos e já era hora de retornar ao ponto de encontro. A opinião entre o grupo que viajava conosco foi unânime: todos arrebatados pelo maravilhoso passeio que haviam acabado de fazer.

De lá, trouxemos alguns souvenirs que hoje enfeitam a nossa casa, muita história pra contar e um desejo enorme de retornar e explorar com mais calma todos os detalhes de cada uma das vielas daquela que para nós foi a melhor surpresa da viagem.

 

Cesky Krumlov
O Castelo de Cesky Krumlov e a imponente Torre dos Alquimístas – Tem como não se apaixonar? © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

Como chegar?

Cesky Krumlov está situada no Sul da República Tcheca e é a parada perfeita para quem viaja entre Praga e Viena. Para quem sai de Praga, a viagem tem cerca de 170km. De carro, o percurso pode ser feito tranquilamente em 2h, mas se você não tem muita segurança em dirigir por aquelas bandas e não viajará em excursão, uma alternativa é a empresa Student Agency, que realiza o trajeto em ônibus. Através do site deles é possível comprar antecipadamente as passagens que custam cerca de 8 euros (o trecho).

Saindo de Viena a viagem é pouca coisa mais longa (200km), mas as viagens oferecidas pelas Student Agency fazem – pelo menos – uma parada durante o caminho, o que torna o trajeto mais demorado. As passagens saindo de Viena custam 26 EUR e também podem ser compradas pela internet.

 

Onde ficar?

Embora não tenhamos pernoitado na cidade, nossa caminhada foi suficiente para perceber que a oferta de hotéis por ali é boa. Os preços das diárias variam entre R$70 e R$350 (mês de referência: setembro) em opções de hospedagem em albergues e até hotéis que prometem um nível 5 estrelas. Em uma comparação com demais cidades da Europa, os preços praticados em Cesky Krumlov são bem justos.

O Hotel Old Inn e Hotel Grand nos pareceram ótimas opções. Ambos são muitíssimo bem localizados – estrategicamente situados no centro de Cesky Krumlov, de onde se pode acessar rapidamente a maioria dos restaurantes, lojas e museus -, oferecem serviço 4 estrelas e estão bem avaliados nos sites especializados.

 

Se quiser fazer sua reserva, recomendamos que utilize o Booking. Um site bastante confiável e com preços bem em conta, o qual sempre utilizamos (antes mesmo de pensarmos em ter o blog) em nossas viagens. Para isso, você pode acessar as páginas dos hotéis citados através dos links abaixo:

HOTEL GRAND – BOOKING

HOTEL OLD INN – BOOKING

O Booking é hoje um parceiro do Imagina na Viagem e reservando seu hotel por aqui, o blog recebe uma comissão sem que haja qualquer acréscimo no valor da sua reserva.

Demais, né? Você reserva um hotel incrível em um site extremamente seguro e ainda ajuda o Imagina na Viagem! É só clicar nos link disponíveis no corpo desse texto ou em qualquer um dos banners do Booking em nosso site.




Booking.com

 

Para mais informações sobre a cidade, sua história, monumentos e calendário de eventos, acesse o site oficial do turismo de Cesky Krumlov: www.ckrumlov.info

Post anterior

Viajar em excursão vale a pena?

Próximo Post

Arrumando as malas com a Be Yourself!

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *