Bath – Uma pérola romana no interior da Inglaterra

Uma surpresa no meio do caminho. Assim foi Bath para nós. A charmosa cidade, com suas ruínas romanas, fica bem pertinho de Londres mas são poucos os turistas brasileiros que conhecem o local. Se você curte história e quer ir além durante a sua visita à Inglaterra, vale a pena conferir abaixo o relato de como foi nossa visita à histórica Bath e as dicas práticas e fundamentais para quem planeja incluí-la no roteiro.

 

UM RELATO SOBRE NOSSA VISITA A BATH

Bath foi quase uma imposição. Não sabíamos nada a respeito da cidade e tampouco havíamos planejado visitá-la. Nossa ideia, em princípio, era conhecer Stonehenge (Se você quiser ler o post que fizemos sobre Stonehenge, pode acessar clicando aqui!) o mais famoso círculo de pedras do mundo. Acabamos, depois de algumas pesquisas, optando por uma excursão fechada – opção mais barata e adequada para nosso grupo. Foi só então ouvimos falar pela primeira vez sobre a pérola romana escondida no interior da Inglaterra. Bath, assim como Windsor, complementava o passeio que nos levaria a Stonehenge… E que complemento fantástico esse! A cidade é super charmosa, tem clima agradável e atrativos capazes de deixar qualquer visitante com gostinho de quero mais.

QUER SABER MAIS SOBRE BATH? ASSISTA O VÍDEO DE NOSSA VIAGEM! E INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE CLICANDO AQUI!

Uma tarde é o bastante para suas principais atrações, mas é difícil achar quem não se encante pelo local e não saia de lá com o coração partido por não poder ficar mais. Seu carro-chefe sem dúvida alguma é o complexo de Banhos Romanos, ou The Roman Baths, localizado bem em seu centrinho turístico. O complexo, que dá nome à cidade e data originalmente de 75 d.C, foi construído pelos romanos que acreditavam no poder curativo – e até mesmo milagroso – das águas termais existentes no local. Com o passar do tempo, após os romanos deixarem a cidade, o complexo foi abandonado e esquecido por milhares de anos, sendo redescoberto apenas no século XVIII. Atualmente, é classificado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e principal responsável pelo turismo de Bath.

CLIQUE PARA AUMENTAR AS IMAGENS

Foi ali que começamos nossa rápida passagem por Bath. Em 1h30 você consegue fazer uma visita completa, mas se tem um interesse maior pelo Império Romano, recomendo que separe um tempinho extra já que além das ruínas do complexo termal, você também encontrará ali um pequeno museu com relíquias da época. Ainda sobre o museu, achei interessantíssimo a disposição de réplicas ao lado de algumas das peças originais do acervo. A proposta permite que os visitantes aprendam ainda mais sobre o que é exposto, tocando, sentido texturas… E se você não achou a ideia tão bacana, pense nas crianças e deficientes visuais que visitam o museu. A coisa muda de figura, não é mesmo?

Acredito que seja também pensando nas crianças que o complexo conta com personagens espalhados por alguns de seus aposentos. Atores caracterizados dão vida a pessoas reais que viveram ali há milhares de anos atrás e dividem um pouco de “sua” história com os pequenos. Uma forma original e divertida de ensinar às crianças um pouquinho sobre os hábitos a fatos importantes do passado. A parte “ruim” é que, como esperado, os atores não falam português, mas ainda assim aposto que as crianças irão adorar a visita.

CLIQUE PARA AUMENTAR AS IMAGENS

Mas estando ali, a pergunta que a maioria faz é: e a água? pode encostar? posso beber? E, infelizmente, a resposta é um categórico e apressado NÃO!!! Assim, em capslock mesmo. É que além de quantidades elevadas de elementos químicos como sódio, cloreto e sulfato, a água do local favorece transmissão de doenças infecciosas. Circula inclusive a história de uma pessoa que há alguns anos atrás contraiu meningite após um mergulho no local. Portanto, galera, não vale arriscar. A visita segue sendo linda e super legal mesmo sem mergulhos!

Além de conhecer o complexo termal, estando em Bath não deixe de caminhar pelas ruelas de seu centrinho. Cheias de lojinhas, lanchonetes, cafés e um clima super gostoso, é o local ideal para uma voltinha despretenciosa. Ali também está localizada a Bath Abbey, ou Abadia de Bath. Simplesmente lindíssima!

Bath é conhecida também por sua ligação com a grande escritora inglesa Jane Austen. Tendo vivido ali por alguns anos, Jane retratou Bath em algumas de suas obras e hoje a cidade é endereço do Jane Austen Center, onde os visitantes tem acesso a uma coleção permanente sobre a romancista. Nossa passagem rápida pela cidade não nos permitiu visitar o local e, por isso, fica difícil dar uma opinião com propriedade sobre a atração, mas arriscaria dizer que os fãs da artista certamente deveriam incluir Bath em seus planos de viagem. De preferência, em Setembro, quando a cidade comemora e homenageia a escritora no “Jane Austen Festival“. Para conferir mais detalhes sobre o Centro e o Festival, acesse o site oficial: www.janeausten.co.uk

CLIQUE PARA AUMENTAR AS IMAGENS

Ah, e uma curiosidade: Bath também deixou sua contribuição para o rock mundial, sendo a cidade natal de Peter Gabriel e também berço da banda Tears for Fears. E se você prefere o cinema como entretenimento, vai ficar animado em saber que, em nosso tour, ouvimos dizer também que Johnny Depp e Nicholas Cage são ilustres proprietários de casas na cidade e figurinhas carimbadas por ali. Fique atento e não esqueça da câmera fotográfica. Hehehe…

O que posso dizer depois dos meus curtos momentos em Bath é que, pelo pouco que eu vi, a cidade merece a visita. Encanta, enche os olhos e deixa um gostinho feliz de quero mais. A vontade que dá é de numa próxima visita dedicar alguns dias a mais ao interior da Inglaterra e fazer de Bath nosso ponto de partida para essa aventura. Por hora, a gente se contenta revendo as fotos e tentando reviver, com um oceano de distância, os momentos deliciosos que passamos por ali.

 

DICAS PRÁTICAS SOBRE BATH

Onde fica e como chegar?

Bath está localizada a cerca de 180km a oeste da capital Londres.

De carro, o percurso entre Londres e Bath pode ser feito em mais ou menos 2h e no mapa abaixo você confere o melhor caminho.

Caso opte por contratar uma empresa especializada em tours pela região, uma excelente pedida é combinar a visita a Bath com passagens por Stonehenge e Windsor. Foi exatamente o que fizemos e adoramos! Uma boa opção é reservar o seu tour pelo WePlann. Assim, você garante o seu passeio em Reais, livre de IOF, e paga em até 6x sem juros no cartão! Dê uma olhada em: www.weplann.com.br

O trem também pode ser uma boa opção. Em 1h30 você faz o trajeto entre a estação London Paddington e Bath Spa, mas as tarifas podem variar bastante em razão do dia e/ou horário. Vale a pena conferir e simular suas datas diretamente no site: www.nationalrail.co.uk

 

O que ver por lá?

The Roman Baths – complexo de águas termais é a principal atração da cidade e, para nós, imperdível! Os ingressos custam £15,00 para adultos, £13,25 para idosos acima de 65 anos e £9,50 para crianças e jovens entre 6 e 16 anos. Audioguias estão disponíveis gratuitamente em inglês, francês, alemão, italiano, japonês, mandarim, russo e espanhol.

Horários de Funcionamento: Janeiro – Fevereiro: 9h30 – 18h (última entrada às 17h)
Março – Junho: 9h – 18h (última entrada às 17h)
Julho – Agosto: 9h – 22h (última entrada às 21h)
Setembro – Outubro: 9h – 18h (última entrada às 17h)
Novembro – Dezembro: 9h30 – 18h (última entrada às 17h)

Para mais informações: www.romanbaths.co.uk

 

Bath Abbey – A Abadia gótica além de linda tem enorme importância histórica, já que foi ali que o primeiro rei da Inglaterra – Edgar – foi coroado.

Horários de Funcionamento: Segunda: 9h30 – 17h30 (última entrada às 17h15)
Terça – Sexta: 9h – 17h30 (última entrada às 17h15)
Sábado: 9h – 18h
Domingo: 13h – 14h30 e 16h30 – 17h30

Em algumas ocasiões especiais a Bath Abbey funciona em horários diferentes dos normais. Confira o site oficial para verificar a agenda de eventos e confirmar os horários de funcionamento nas suas datas. www.bathabbey.org

 

Jane Austen Center – dedicado a uma das romancistas mais famosas do mundo, o Jane Austen Center reúne artigos variados sobre a escritora em uma exposição permanente. Os ingressos custam £11,00 para adultos, £9,50 para idosos e £8,50 para crianças.

Horários de Funcionamento: Domingo – Sexta: 10h – 16h (última entrada às 15h)
Sábado: 9h46 – 17h30 (última entrada às 16h30)

Para mais informações sobre o Jane Austen Center acesse o site oficial: www.janeausten.co.uk

 

Onde se hospedar?

Se você planeja prolongar a sua visita ao local para além de um simples bate e volta a partir de Londres, existem algumas boas opções de hospedagem em Bath. Você pode escolher entre hotéis de rede (como Best Western, Hilton e Holiday In), hostels ou mesmo hotéis super exclusivos e luxuosos, tudo vai depender do quanto você pretende gastar e do tipo de viagem que planeja. Recomendamos sempre a consulta e reserva através do Booking.

FAÇA SUA RESERVA EM BATH CLICANDO AQUI!

O Imagina na Viagem é parceiro do Booking e realizando suas reservas através de nossos links ou banners nós ganhamos uma pequena comissão sem que você tenha nenhum custo extra. Além de garantir a sua reserva em um site bacana e super confiável, você colabora com nosso trabalho e ajuda o blog a continuar crescendo!

Quer saber mais sobre nossa passagem por Londres? Leia outros posts sobre essa viagem:

Post Anterior

Como visitar o Stonehenge - Um guia completo!

Próximo Post

Um pulinho na Itália - linha Nestlé Gelato lança novos sabores.

Comentários

Deixe registrado seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.