O segundo dia em Paris – Abril/2015

Continuando a sequência de posts sobre nossa última ida à Europa é hora de contar como foi nosso segundo dia por Paris, a primeira das tantas cidades visitadas.

(Se você quiser saber como foi o nosso primeiro dia por lá e pegar a dica de um passeio super completo e legal clique aqui e leia o post!)

Quando fomos à Paris pela primeira vez, fizemos várias programações que contavam com auxílio do metrô. Chegando lá, no entanto, descobrimos que, embora a cidade seja grande, os principais pontos de interesse estão concentrados em uma área que – com um pouco de disposição – pode ser percorrida à pé.
Sorte a nossa termos notado isso logo de cara, afinal de contas, foi assim também que percebemos que caminhar pelas ruas de Paris pode ser tão ou mais interessante do que muitos de seus monumentos.
O charme dos parisienses, a tranquilidade das ruas, esquinas que escondem construções magníficas e não tão badaladas, o tempo que passa devagar às margens do Sena… Ali uma simples caminhada torna-se um passeio cheio de recordações e saudade.

Post 2dia em Paris - 12Foi assim que, em nossa primeira passagem por ali, acabamos por criar uma tradição. De lá pra cá, em todas as nossas visitas, sempre tiramos um dia para caminhar até a Torre Eiffel. Os caminhos variam, claro. O que faz com que em cada viagem sejamos surpreendidos por coisas novas.

E essa era a nossa programação do segundo dia na cidade: Pela manhã, caminharíamos até a Torre e, enquanto nossos companheiros de viagem subiriam no monumento (coisa que já fizemos e que, particularmente, acho que vale uma só vez), iríamos até o Trocadero, lugar o qual considero o melhor ponto para fotos.

Depois de uma parada rápida para um lanche, partiríamos para o Musée d’Orsay. De lá, pegaríamos um ônibus e terminaríamos o dia com um passeio por Montmartre, onde veríamos o pôr-do-sol nas escadas da Sacré Cœur.

Contudo todavia e entretanto, quando planejamos uma viagem, por mais atentos que sejamos aos detalhes, nem sempre conseguimos prever todos os contratempos. E foi meio de supetão que descobrimos que, naquele dia, o presidente da Tunísia estava em Paris em visita oficial ao chefe de estado francês e que, em razão disso, algumas das principais ruas de nosso trajeto estariam fechadas para veículos e pedestres.

Mudamos bastante nosso plano original e ao final do dia, depois de cerca de 9 horas na rua e mais de 10km percorridos à pé, as pernas pediam arrego, mas a sensação era de satisfação total. O roteiro, embora puxado, foi muito proveitoso e rendeu uma delícia de passeio! Conseguimos cobrir, entre outros pontos, a Torre Eiffel, o Trocadero, a Champs Elysées, o Arco do Triunfo, a Place de La Concorde, Ponte Alexandre II, Petit e Grand Palais… Ufa, e ainda faltou listar coisa aqui. Para que o post não ficasse grande demais, resolvi dividí-lo e o roteiro completinho (e bem detalhado!) com fotos, você encontra clicando aqui!

Post 2dia em Paris - 14 Post 2dia em Paris - 13

Depois de tanta andança, já por volta das 19h, a pedida foi parar no mercadinho próximo ao hotel mesmo, já que seria difícil conseguir descansar e ainda sair para jantar à noite. No dia seguinte, acordaríamos super cedo para conhecer a região do Vale do Loire, e precisávamos estar com os pés e as pernas preparados para mais um dia de muuuita caminhada.

Assim terminamos nosso segundo dia em Paris, com a certeza de que – quando viajamos – mesmo os contratempos podem ser oportunidades incríveis de ver o novo e “sair da caixinha”, sem deixar de aproveitar ao máximo o destino.

E não esqueça, se você está programando uma viagem à Paris e dá conta da caminhada, recomendo que tire um tempinho e confira, clicando aqui, o roteiro completo de nosso passeio.

Veja outros posts sobre essa viagem:

O primeiro dia em Paris – Abril/2015

Hop-On Hop-Off em Paris

Hotel Central Saint Germain – Paris

Um tour pelo Vale do Loire

Visitando o Chateau de Chambord – Vale do Loire

Visitando o Chateau de Chenonceau – Vale do Loire

ATUALIZAÇÃO: O Imagina na Viagem agora tem um canal no Youtube! Confira as imagens de nossa viagem por Paris e nossa visita aos castelos do Vale do Loire dando play no vídeo abaixo. E se curtir, increva-se em nosso canal! Assim você fica tem acesso – em primeira mão – a todos os vídeos que lançaremos por lá.

Post anterior

Malas protegidas e descoladas com a Trippy!

Próximo Post

Roteiro a pé em Paris

1 comentários

  1. 25 de março de 2017 at 23:37 — Responder

    Marina você tem um roteiro como esses que descreve em três dias, mas para sete?

    Tem como me ajudar?

    Terceiro dia, até sétimo? Incluindo Versailles e o que fazer depois que chegar de lá e Casa de Monet e depois que chegar de lá;

    Não sei se vou a Grugges devido a confusão de baldiação no trem, mas se tiver uma dica sobre trem direito eu adoraria.

    Então faltariam dois dias completos, o que sugere?

    Aguardo!!!

    Você avisa por e-mail que respondeu? Porque já enviei três mensagens para você por aqui.

    Obrigada!

  2. Sueli Juriolli
    29 de abril de 2017 at 10:55 — Responder

    Excelente seus posts! Esta me ajudando muito a montar meu roteiro para a sonhada viagem a Paris.
    Vamos, eu e 3 amigas em abril. Notei nas fotos que vcs sempre estao de casacos, mesmo mais leves. Na primavera não esquenta um pouco mais tarde? Da pra usar um vestido?
    Obrigada e parabéns,

    • 23 de maio de 2017 at 17:00 — Responder

      Oi Sueli, tudo bem?
      Fico feliz que, de alguma forma, tenha ajudado!
      Então, essa é uma pergunta um pouco difícil de responder…
      Em tese, na primavera as temperaturas são amenas. Mas sabe que pra carioca, qualquer coisa abaixo de 25º graus é frio, né? Hahaha…
      Quando estivemos por lá em Abril, mesmo a tarde precisei usar casacos. As temperaturas estavam girando em torno dos 19ª, na época. Mas isso varia tanto…
      Na semana seguinte, em Londres, por exemplo, pegamos um “veranico” e os casacos não saíram da mala.
      O ideal é que você arrume a sua mala com cerca de 1 semana de antecedência, assim consegue ter uma noção de como estarão as temperaturas locais. Além disso, vale sempre a dica de levar peças que possibilitem sobreposições, como um vestido que você possa combinar com uma meia calça mais grossinha e um cardigan, por exemplo… Dessa forma você sai daqui preparada pra qualquer surpresa!

  3. G. Paz
    24 de novembro de 2017 at 12:26 — Responder

    Bom dia,

    Esta primeira foto da página, é em qual lugar de Paris?

    • 24 de novembro de 2017 at 13:53 — Responder

      Olá, tudo bem?
      A foto foi tirada da Quai d’Orsay, de frente para a Pont Alexandre III. 🙂
      O monumento ao fundo é o Grand Palais.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *