O primeiro dia em Paris – Abril/2015

Foram meses de uma ansiedade louca.

Sempre somos muito entusiasmados quando se trata de viagem mas essa, em específico, nos deixou ainda mais empolgados… Em primeiro lugar por que teríamos a chance de conhecer novos países e culturas. Visitar a Inglaterra e a Holanda era um plano antigo, adiado inúmeras vezes, por diversas razões. Sabe aquela coisa que “agora vai!”? Era bem por aí.

Além disso, essa era também a primeira vez que viajaríamos acompanhados de um grupo de amigos. Uma viagem sonhada e planejada ao longo de inúmeros almoços, reuniões e muito chopp. Enfim havia chegado a hora.

Chegamos no Galeão com a antecedência natural daqueles que não conseguem mais segurar a ansiedade em casa e depois de despachar as malas, a turma se encontrou para um último brinde em solo brasileiro.

Como sempre, todo o processo operado pela Air France seguiu tranquilamente e com excelente atendimento por parte de seus funcionários aeroportuários. Logo estávamos à bordo.
Foram pouco mais de 11 horas de vôo, alguns milhares de quilômetros, um avião lotado, um assento um tantinho espremido, 3 filmes e zero sono… mas, quando aterrissamos em Paris, todo o cansaço desapareceu e a única coisa que me restava era uma alegria enorme somada a incontrolável vontade de caminhar por suas ruas e rever suas belezas.

 

Mais uma vez, optamos por ter o hotel Central Saint Germain como nossa casa parisiense (fiz uma resenha do Central Saint Germain aqui no blog há alguns meses atrás, você pode conferir clicando aqui!). Já era a nossa terceira vez por lá e, novamente, fomos tratados com a maior cordialidade e atenção, além de termos sido presenteados com um early check-in salvador! Cansados da viagem, foi uma notícia divina saber que nossos quartos já estavam prontos e nos aguardando, cerca de 6h antes do horário estipulado.
Deixamos nossas malas, jogamos uma água no rosto e partimos para a rua. Era hora de começar a colocar em prática tudo aquilo que planejamos ao longo dos 6 meses anteriores.

 

Para o primeiro dia, a ideia era ter uma visão geral da cidade-luz. Acompanhado por amigos que nunca haviam estado na cidade, era importante vermos os monumentos mais emblemáticos já naquele momento.
Assim, em nosso planejamento, optamos por um passeio à bordo do Hop-On Hop-Off, ou seja, um ônibus panorâmico de dois andares. Com o passe, é possível subir e descer quantas vezes quiser, em qualquer um dos pontos, ao longo de todo o dia. A empresa que escolhemos oferece em todos os ônibus um sistema de áudio (em português) individual que, ao longo do passeio, conta sobre a história da cidade e várias curiosidades interessantes (se você quiser saber mais sobre o ônibus, eu fiz um post mais explicadinho e você pode acessar clicando aqui!).

Modéstia a parte, foi uma excelente ideia. Passamos algumas boas horas rodando por Paris… vimos a Torre Eiffel, a Champs Elyssés, o Arco do Triunfo, o Louvre, o Musee D’Orsay, Inválidos, a Place de la Concorde e inúmeros outros lugares que, juntos, formam a identidade da cidade. Tudo isso sem precisar gastar as solas dos sapatos… Sentadinhos e confortáveis enquanto descansávamos do longo voo.

 

Andar de ônibus te possibilita passar por lugares lindos mas fora do roteiro turístico convencional. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Andar de ônibus te possibilita passar por lugares lindos mas fora do roteiro turístico convencional. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
O Arco do Triunfo é um dos pontos pelos quais o ônibus panorâmico passa. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
O Arco do Triunfo é um dos pontos pelos quais o ônibus panorâmico passa. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

Já no meio da tarde, quando a fome começou a bater, corremos de volta ao Quartier Latin, onde está localizado nosso hotel e onde já temos uma certa “intimidade” com os restaurantes. Ali está localizado o Rim – restaurante de comida internacional que serve pratos honestos à preços modestos – figurinha carimbada em nossos roteiros por Paris e nossa escolha para o primeiro “rango” da viagem.

A conta, para 6 pessoas, contando com entrada + prato principal + sobremesa + bebidas (incluindo vinhos) + gorjeta, fechou em torno de 100 euros. E isso foi mais ou menos o que costumamos gastar ao longo dos dias em Paris… uma média de 35 euros por refeição/por casal.

Saindo dali, estávamos a duas ou três quadras da Notre-Dame e vê-la de pertinho era muito mais atraente do que voltar para o quarto do hotel. Ao chegarmos em frente à Catedral, pudemos observar – pela primeira vez – a diferença entre visitar Paris no Outono e visitar Paris na Primavera. Nunca havíamos, em nenhuma das outras vezes, visto filas para entrar no monumento… Dessa vez, porém, as centenas de visitantes que se aglomeravam em sua entrada tornavam inviável uma olhadinha lá dentro.

 

Uma paradinha para as fotos na Notre-Dame. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Uma paradinha para as fotos na Notre-Dame. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

Decidimos caminhar, então, rumo a Ille Saint Louis, uma ilha situada atrás da Notre-Dame, cheia de lojinhas, restaurantes, artistas de rua e muito, muito charme. Um passeio suuuper agradável e que finalizou com gostinho de quero mais a nossa primeira tarde por ali.

 

A margem do Sena vista da Ille de Saint Louis. Linda, né? © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
A margem do Sena vista da Ille de Saint Louis. Linda, né? © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Ali também se tem o MELHOR visual da Notre-Dame de Paris!
Ali também se tem o MELHOR visual da Notre-Dame de Paris!
As lojinhas floridas da Ille de Saint Louis dão um clima todo especial ao passeio. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
As lojinhas floridas da Ille de Saint Louis dão um clima todo especial ao passeio. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Para quem curte uma viagem gastronômica a Ille de Saint Louis também vale a pena... Chocolates, macarrons e ... queijo, muito queijo! © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Para quem curte uma viagem gastronômica a Ille de Saint Louis também vale a pena… Chocolates, macarrons e … queijo, muito queijo! © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Ruas cheias, mas não menos charmosas. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Ruas cheias, mas não menos charmosas. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

De volta ao hotel, era hora de desfazer as malas e descansar, já que no dia seguinte a programação seria puxada! Ainda houve, porém, disposição para uma voltinha pelas ruelas do Quartir Latin ao cair da noite… Entre mil opções, decidimos encarar um churrasco grego – um podrão delicioso, vendido a cada esquina, que já é tradição em nossas passagens por Paris!

 

 

Nas esquinas escondidas do Quartier Latin. Ainda mais lindas à noite... © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
Nas esquinas escondidas do Quartier Latin. Ainda mais lindas à noite… © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
O podrão imperdível do Quartier Latin. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem
O podrão imperdível do Quartier Latin. © Marina Aurnheimer / Imagina na Viagem

 

Se você curte um podrão, ou se tá sem muita grana para investir em refeições – digamos – mais sofisticadas, o churrasco grego é o que você procura. Por cerca de 7 euros você come um enorme pão árabe recheado com carnes variadas (?), um molho indecifrável e muuuita batata frita. Rs… Há quem diga que “é pros fortes”, já eu digo: vale a pena!

E assim finalizamos nosso primeiro dia em Paris. O primeiro de uma série de 16 pela Europa… Felizes, animados, realizad
os… E mal sabíamos nós o tanto de coisas boas que ainda vinha pela frente.

 

Gostou? Leia mais sobre essa viagem nos posts:

O segundo dia em Paris – Abril/2015

Roteiro a pé em Paris

Hop-On Hop-Off em Paris

Hotel Central Saint Germain – Paris

Um tour pelo Vale do Loire

Visitando o Chateau de Chambord – Vale do Loire

Visitando o Chateau de Chenonceau – Vale do Loire

 

ATUALIZAÇÃO: O Imagina na Viagem agora tem um canal no Youtube! Dê o play no vídeo abaixo e confira ainda mais imagens de nossa passagem pela capital francesa e trechos bem legais de nossa visita aos castelos do Vale do Loire. Ah, e se gostar não inscrever-se em nosso canal. Assim você tem acesso às novidades e atualizações do Imagina na Viagem em vídeo.

Post anterior

Hop-On Hop-Off em Paris

Próximo Post

Cartão de Vantagens Woman Trip

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *