City Tour em Lisboa (com desconto!) – Amando ainda mais a Terrinha

Se você viaja a Lisboa e quer conhecer a fundo a cidade, vale a pena contratar um serviço de tour guiado. O Imagina na Viagem provou e aprovou o city tour e transfers da K’mOn Tours e conta na matéria a seguir os detalhes desse passeio. E mais... Tem desconto para os leitores ao final da matéria! Confira.

Lisboa é daqueles lugares que sempre merecem mais tempo. Independentemente do quanto dure a sua viagem, você sempre sairá da capital portuguesa com aquela sensaçãozinha de deixou de ver alguma coisa. Como já contei por aqui em outros artigos, nós adoramos um city tour e nessas cidades onde há muito pra se ver, esses passeios guiados são ainda mais legais, principalmente se você tem pouco tempo para explorar o destino. E, pensando nisso, escolhemos a K’mOn Tours para nos acompanhar durante os dias que estivemos em Lisboa. Quer saber mais sobre a K’mOn Tours e nossa opinião sobre o passeio? Contamos tudinho nessa matéria… E com um detalhe importante e maravilhoso: TEM DESCONTO PROS LEITORES DO IMAGINA NA VIAGEM NO FINAL DO TEXTO!

SOBRE A K’MON TOURS

Em primeiro lugar, acho que vale dizer que a K’mOn Tours é uma empresa familiar recém-criada, mas cheia de expertise. Criada a partir da paixão e experiência de um português que há muitos anos dedica-se ao turismo local, o Miguel, e da delicadeza e inspiração de sua esposa, a Sandra, a K’mOn Tours oferece desde transfers, até passeios guiados por Lisboa e viagens curtas à diversas outras regiões de Portugal.

Depois de trabalhar com algumas sociedades no ramo, o Miguel e a Sandra identificaram deficiências nos serviços comumente oferecidos e, juntos, decidiram desenvolver um projeto que, para além de apresentar Portugal aos visitantes, preocupa-se com o bem-estar, a segurança e a satisfação de cada um de seus clientes. A ideia é oferecer ao turista mais do que um guia e/ou um motorista, é ter com cada um deles uma relação de amizade. Alguém para quem você se sinta confortável para ligar sempre que estiver com algum problema ou quiser uma boa dica do que fazer na cidade. E vamos combinar? Uma viagem fica muito mais tranquila e prazerosa quando temos um braço-direto, um amigo, para nos receber e nos dar aquela força sempre que for necessário, não é mesmo?

Eu, particularmente, me sinto muito mais segura quando viajo para uma cidade onde tenho familiares ou amigos. Quando quase fui internada em Paris (se você ainda não leu sobre esse causo, pode conferir clicando aqui!), por exemplo, sentimos – eu e o marido – muita falta de amigos com quem pudéssemos contar. É sempre um conforto a mais saber que não estamos sozinhos. E essa me pareceu ser a principal missão da K’mOn Tours: fazer com que você se sinta seguro, acolhido, cuidar para que a sua viagem seja perfeita e, de quebra, te apresentar – em detalhes – todas as joias de Portugal.

Além do Miguel e da Sandra, a K’mOn Tours também conta com guias e motoristas parceiros, todos absolutamente preparados e entrosados com esse espírito camarada da empresa. Um deles o Pedro, que esteve conosco ao longo de nosso city tour pela cidade.

O Pedro é um baiano gente fina (e qual baiano não é?), divertido e mestre na arte de apresentar Lisboa. Surfista, já morou em Londres e passou uma temporada na Austrália, mas há alguns anos vive em Cascais – cidade vizinha a Lisboa -, onde – além de guia turístico – é também professor de surf.

 

O CITY TOUR POR LISBOA

Nosso passeio começou no Miradouro do Parque Eduardo VII, onde conseguimos ter uma visão privilegiada da cidade. Dali você verá, além do Parque Eduardo VII, a Praça do Marquês de Pombal logo a sua frente e em seguida a Avenida da Liberdade, um dos endereços mais badalados de Lisboa. À esquerda da Avenida, é possível avistar a uma certa distância o Castelo de São Jorge no alto do monte, e à direta vê-se o Bairro Alto. O Tejo complementa o visual incrível que se tem dali e o cenário é perfeito para ouvir sobre a história de Portugal, suas primeiras civilizações, seus reis, conquistas, declínio e atualidade. Logo atrás do Miradouro está também o Jardim Amália Rodrigues, dedicado à cantora popularmente conhecida como Rainha do Fado.

Dali, partimos para Belém. Não sem antes cruzar a Avenida da Liberdade e ver de perto as lojas de grife, fazendo uma rápida e clara referência à famosa Champs Elysées de Paris. Passamos ainda pela Praça dos Restauradores e pela estação ferroviária do Rossio com sua arquitetura peculiar de estilo neo-manuelino – uma releitura do que foi chamado “o gótico português”.

Dê o play no vídeo e confira detalhes de nossa passagem por Portugal!

Para mais vídeos desse e outros destinos, acesse e inscreva-se em nosso canal clicando aqui!

 

Em Belém, uma pausa deliciosa e necessária para experimentar os famosos – e originais – Pastéis de Belém. O doce, uma espécie de empadinha recheada com creme de natas, é de longe um dos quitutes mais tradicionais da cozinha portuguesa e provar a receita original é, no mínimo, pitoresco. Uma dica esperta? A fila para comprar os pastéis no balcão costuma ser grande, vale procurar uma mesa lá dentro… você será atendido mais depressa e fará um lanche bem mais tranquilo. Ah, e anote aí… Embora o carro-chefe sejam mesmo os pastéis, se você é fã dos salgados não vai se arrepender por pedir alguns croquetes de carne. No estilo holandês/alemão, são sequinhos, super bem temperados e só de escrever já passei vontade. Rs.

Depois do deleite gastronômico, hora de voltar a falar de história. Em Belém, fizemos uma rápida pausa no Mosteiro dos Jerônimos, na Torre de Belém e no Padrão dos Descobrimentos. Os dois primeiros monumentos datam da primeira metade do século XVI e foram projetados segundo o estilo manuelino. O Mosteiro dos Jerônimos, Patrimônio Cultural da Humanidade, além de belíssimo abriga os restos mortais de algumas das figuras mais emblemáticas de Portugal, como Vasco da Gama e Camões. Enquanto isso, a Torre de Belém e o Padrão dos Descobrimentos destacam-se como os cartões-postais mais famosos da capital portuguesa… E tem razão de ser. Os dois monumentos são lindos, cada um com seu estilo – visto que há uma diferença de mais de 400 anos entre suas construções. Ali, às margens do Tejo, ouvimos mais um pouco sobre a história e curiosidades da cidade, entre elas detalhes sobre o terremoto e tsunami que devastaram Lisboa no ano de 1775. É incrível como um lugar ganha contornos muito mais interessantes quando você compreende sua história e pode imaginar, para além do que vê, tudo o que um dia ocorreu ali.

Saindo de Belém, passamos ainda em frente ao Cais do Sodré, subimos até o Bairro Alto – onde fizemos uma rápida parada no café A Brasileira para aquela foto manjada com a estátua de Fernando Pessoa, passamos em frente ao Elevador da Santa Justa – ligação entre o Bairro Alto e a Baixa – e seguimos para nosso próximo destino, o Castelo de São Jorge, em Alfama. Construção com claros traços mouros, o Castelo é uma das mais importantes heranças deixadas pelos árabes na cidade e sua história de conquistas e retomadas é mais uma entre aquelas que só na companhia de um bom guia você tomará conhecimento.

Depois de uma pausa para conhecer aquele que é um dos principais pontos turísticos da cidade, partimos para as duas últimas (e, na minha opinião, mais belas) paradas de nossa jornada, os miradouros de Santa Luzia e da Nossa Senhora do Monte. O primeiro deles, Miradouro de Santa Luzia fica bem pertinho do Castelo de São Jorge e possibilita aos visitantes uma vista encantadora de Alfama e do Tejo mas, mais que o visual, é o clima ali que faz do passeio tão especial… Com inúmeros banquinhos entre seus jardins, o Miradouro recebe casais apaixonados, turistas deslumbrados e grupos animados de jovens que papeiam sem ver o tempo passar. É daqueles cantinhos onde a gente sente um bem estar tão grande que simplesmente quer ficar… Outro destaque importante do Miradouro Santa Luiza são os painéis de azulejos que enquanto ornamentam o local contam passagens da história da cidade, como a conquista do Castelo de São Jorge.

Já o Miradouro da Nossa Senhora do Monte, nossa última parada, embora seja menos charmoso que o primeiro nos pareceu um excelente endereço para fechar o tour. Localizado em um dos pontos mais altos da cidade, de lá de cima, se tem – na minha opinião, entre tudo o que visitamos – a vista panorâmica mais bela de Lisboa. Uma excelente maneira de terminar o dia, relembrando tudo o que vimos, fixando na memória tudo o que aprendemos e guardando no fundo do peito todas as experiências e encontros fantásticos com os quais fomos agraciados em Lisboa.

city-tour-lisboa-o-que-fazer-25

 

NOSSA EXPERIÊNCIA

Em resumo, nosso passeio pela capital portuguesa foi completíssimo, passando pelos principais pontos de interesse da cidade e acompanhados de um guia cheio de simpatia e conhecimento. Descobrimos novas histórias, recordamos àquelas já batidas do tempo de escola e fomos apresentados à uma Lisboa diferente daquela que a maioria dos turistas pode conhecer, a Lisboa por quem vive nela, com detalhes que só quem respira a cidade no dia a dia pode dividir.

Para além do passeio, ter encontrado a Sandra e o Miguel foi um dos maiores presentes que tivemos ao longo de toda a nossa viagem. Duas figuras queridas, carismáticas e preocupadas o tempo inteiro em fazer de nossa estada a mais agradável possível. Ficamos tão felizes com o que vivemos ali e tão admirados com a forma atenta e carinhosa com a qual desenvolvem os projetos da K’mOn Tour que recomendá-los é, definitivamente, a parte mais óbvia e fácil desse texto.

Se você deseja conhecer Lisboa pelos olhos de moradores apaixonados pela cidade, se planeja debruçar-se mais sobre a história do local onde visita, procure por um city tour. Mas se, além disso, você espera encontrar novos e verdadeiros amigos, se deseja se sentir acolhido e cuidado, certo de que seus dias na Terrinha serão tranquilos e muito proveitosos, procure pelo Miguel e pela Sandra. A gente tem certeza de que você não vai se arrepender.

A K’mOn Tours também nos atendeu nos serviços de transfer de e para o aeroporto de Lisboa. E um detalhe: tanto o city tour quanto os transfers contaram sempre com carros confortáveis, climatizados e o melhor: com wi-fi disponível para os passageiros. Serviço nota mil com atendimento no mesmo nível.

Nosso super obrigada ao Miguel e à Sandra pela recepção carinhosa, pelas experiências fantásticas que nos proporcionaram e pela parceria. E um agradecimento especial à querida Nathalia Depolo do blog The Nat’s Corner por ter intermediado esse contato.

 

DESCONTO PARA OS LEITORES DO IMAGINA NA VIAGEM!!!

 

E pra garantir que você tenha excelentes experiências sem gastar muito por isso, tem notícia boa pros leitores do Imagina na Viagem. A K’mOn Tours está oferecendo um desconto de 10% (em todos os serviços oferecidos pela empresa) para quem entrar em contato com eles através do formulário que está logo aqui embaixo.

Para garantir seu desconto, basta preencher seu nome e email e, no corpo da mensagem, solicitar o seu orçamento informando que é leitor do Imagina na Viagem. Dessa forma, os city tours, viagens curtas, serviços de transfers e todos os demais produtos oferecidos pela K’mOn Tours terão seus preços finais reduzidos em 10%.

Para ter acesso à informações sobre todos os serviços oferecidos pela K’mOn Tours, acesse o site da empresa em: www.kmon.tours

 

ENVIE SEU PEDIDO DE ORÇAMENTO ATRAVÉS DESSE FORMULÁRIO E GANHE 10% DE DESCONTO EM TODOS OS SERVIÇOS OFERECIDOS PELA K’MON TOURS.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

 

 

 

*O Imagina na Viagem esteve com a K’mOn Tours em Lisboa em sistema de parceria, a fim de conhecer seus serviços e relatá-los nessa matéria. Visando a manutenção da credibilidade em nosso site, todas as opiniões expressas no texto são fiéis às impressões da autora e traduzem apenas a realidade do que foi vivido. Esse não é um artigo patrocinado e o texto apresentado aqui não é passível de alteração de valor por parte de terceiros.  

Post anterior

5 dicas para alugar um carro no exterior

Próximo Post

Bariloche - Um guia completo!

Sem comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *